Integridade de dados: você sabe quais dados são utilizados pelo setor tributário da sua empresa? E por que a integridade de dados é tão importante?

Como você sabe, vivemos em uma era de dados. Nas organizações modernas, os dados estão sendo consumidos e gerados em níveis sem precedentes, frequentemente trocados entre múltiplos indivíduos, sistemas e processos.

A integridade dos dados tornou-se, portanto, um grande desafio institucional, principalmente por que as empresas precisam encaminhar mensalmente ao fisco informações sobre diferentes obrigações acessórias e garantir a autenticidade dessas informações.

Para garantir a integridade dos dados enviados ao fisco, as organizações precisam estabelecer práticas de gerenciamento de qualidade. Práticas eficientes de gerenciamento ajudam a proteger e manter os dados durante a prática de coleta, processamento, envio e armazenamento.

Para ajudá-lo a entender a importância da integridade de dados, leia o nosso artigo e confira alguns erros comuns cometidos pelas empresas durante esse processo. E aprenda a evitá-los:

ERROS NA INTEGRAÇÃO DE DADOS ENTRE DIFERENTES SISTEMAS

Uma pesquisa do The Data Warehouse Institute (TDWI) informou que os problemas relacionados à integridade de dados podem custar às empresas mais de US $ 600 bilhões por ano. Infelizmente, os empresários não percebem essas falhas até que elas se manifestem na forma de problemas dispendiosos.

Mas por que esses problemas acontecem? Em geral, por que muitas empresas utilizam sistemas diferentes para administrarem setores distintos da empresa como contabilidade, estoque e vendas.

A falta de integração entre esses sistemas pode gerar perda de dadosduplicação de informações e a necessidade de fazer constantes ajustes manuais. E o que é ainda pior para a sua empresa: caso esses ajustes não sejam feitos de forma adequada, informações vitais da empresa podem ser comprometidas.

RISCO DE DADOS INCORRETOS NO CRUZAMENTO DE INFORMAÇÕES

A sua empresa possui crédito acumulado do imposto? Para recuperar esse crédito, é preciso protocolar um pedido de crédito junta a Receita Federal de acordo com a normatização de cada imposto.

No entanto, antes de devolver o do crédito solicitado, a administração tributária pode fiscalizar a empresa e caso exista alguma divergência fiscal, a empresa poderá ser autuada e ter o crédito glosado, o que causará um impacto negativo no orçamento.

Durante a fiscalização, a Receita Federal faz o cruzamento entre as diferentes obrigações fiscais entregues pelos  contribuintes. Por isso, todas as obrigações acessórias da sua empresa, mesmo que em diferentes formatos, deverão apresentar os mesmos dados e os mesmos valores. 

A INTEGRIDADE DE DADOS ACABA COM PROBLEMAS DECORRENTES DA NÃO ESCRITURAÇÃO DE NOTAS FISCAIS

No envio de informações constantes de Notas Fiscais referentes a operações de compra e venda, a Receita Federal efetua o cruzamento entre as informações fornecidas tanto pelo comprador como pelo vendedor. Para que não ocorram problemas, tanto a empresa vendedora quanto a empresa compradora ou tomadora de serviço precisam escriturar a Nota Fiscal.

Caso uma empresa não fature a Nota Fiscal estará deixando de recolher impostos como ICMSPIS e COFINS o que afetará o cálculo do Imposto de Renda, causando divergências. Essas divergências entre os valores declarados podem levar a empresa a sofrer uma notificação da receita, incorrer em multa e correr o risco de autuação.

Garanta a tranquilidade dos gestores da sua empresa! Para isso, é fundamental contar com sistemas que possuam ferramentas de controle e rastreabilidade. A melhor maneira de se fazer isso é usando um sistema ERP capaz de gerir esse tipo de integração.

Além disso, o sistema deve contar com módulos robustos para lidar especificamente com a gestão fiscal. Somente com a integridade de dados a sua empresa garantirá a velocidade e a veracidade das informações transmitidas ao Fisco e evitá riscos de problemas futuros.

Como a sua empresa cuida da integridade de dados enviados a Receita Federal? Comente com a gente e participe da conversa!

Categorias: destaquenoticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *