Este ano, as empresas apresentarão pela primeira vez a nova Escrituração Contábil Fiscal (ECF), mais uma exigência do Fisco. Ela apresenta todas as informações que possam impactar o cálculo do valor devido de Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). A ECF referente ao ano-calendário de 2014 deve ser apresentada até o último dia útil do mês de setembro.

Todas as pessoas jurídicas tributadas com base no lucro real, no lucro arbitrado ou no lucro presumido estão obrigadas a apresentar a ECF. As exceções ficam por conta das empresas enquadradas no Simples Nacional, pessoas jurídicas inativas, órgãos públicos, autarquias e fundações.

Os responsáveis por efetuar a Escrituração Contábil Fiscal têm um desafio pela frente: parametrizar as informações de forma fácil e flexível. Neste caso, a alternativa mais adequada é a automação. Um software moderno coleta, organiza e otimiza os dados contábeis de forma integrada, realizando a ECF com rapidez, segurança e eficiência. Um sistema inteligente também estabelece controles e processos adequados às regras de tributação.

VANTAGENS PARA A GESTÃO DA EMPRESA

A adoção de sistemas de automação da ECF permite à empresa a melhoria de sua gestão, ainda mais em um momento em que a Receita Federal visa a maior rastreabilidade das informações. Por ser um procedimento inédito, há risco de erro – o que pode ser evitado com o uso do software. É importante ressaltar que qualquer informação incorreta na ECF pode acarretar multa no valor de 0,2% do faturamento da pessoa jurídica.

CONFIRA OS BENEFÍCIOS DA AUTOMAÇÃO DA ECF:
  • Faz a apuração de tributos, compensações e comparativos entre diferentes regimes, mantendo a rastreabilidade da informação;
  • efetua a parametrização, de forma flexível, das informações da escrituração;
  • elimina a necessidade de controles em planilha;
  • faz a revisão das contas de custos;
  • apresenta os cálculos de Transferência Price, produto a produto;
  • emite relatórios para conferência;
  • elabora gráficos para análise geral;
  • utiliza a plataforma web;
  • elabora a escrituração digital no padrão SPED ECF;
  • armazena toda a documentação.
VANTAGENS

Para a empresa, a automação da Escrituração Contábil Fiscal permite validações prévias. Isso significa que, antes do envio das informações ao Fisco, tudo é checado para ver se os dados  estão em conformidade com as exigências da Receita Federal.

O controle de gestão de impostos confere maior agilidade ao setor de contabilidade, facilitando o cumprimento de prazos. Além disso, a integração com sistemas ERPs elimina o retrabalho em diversos setores da empresa.

PENALIDADES

As empresas devem ficar atentas às penalidades previstas para falhas na ECF. O atraso na entrega de informações rende multa de até R$ 1.500 por mês. A não apresentação custa R$ 1.000 mensais. Já a informação incorreta gera multa no valor de 0,2% do faturamento da pessoa jurídica.

Você ainda tem dúvidas sobre como proceder? Coloque suas dúvidas nos comentários e interaja conosco.

Categorias: confaz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *